Níobe – Quem Foi na Mitologia Grega?


Filha de Tântalo e irmã de Pelops, Níobe casou com Anflon, rei de Tebas, de quem teve muitos filhos. Homero conta doze, Hesíodo vinte e Apolódoro quatorze, metade raparigas e metade rapazes.

Quem Foi Níobe na Mitologia Grega?

Os nomes destes eram Sípilo, Agenor, Fraédimo, Ismeno, Ulinito, Tântalo, Damasicton; as filhas eram Etoséia ou Tera, Cleodosa, Astíoque, Ftia, Pelópia, Asticreatéia ou Melibéia e Ogígia.



Níobe orgulhava-se de ter tantos filhos e desprezava Latona, que só tinha dois; chegava a fazer-lhe censuras e a opor-se ao culto religioso que se lhe tributava, pretendendo que ela merecia com mais razão os altares que tinha aquela.

Latona, ofendida com o orgulho de Níobe, recorreu a seus filhos para vingá-la. Apoio e Diana, vendo um dia nas planícies vizinhas de Tebas os filhos de Níobe que se exercitavam, mataram-nos a flechadas.

Ouvindo esse ruído sinistro, as irmãs dos infortunados príncipes, acorreram sobre os baluartes, e no mesmo instante sentiram-se feridas e caíram sob as setas invisíveis de Diana.

Finalmente chega Níobe, transportada de dor e desespero; senta-se junto dos corpos dos seus queridos filhos e rega-os com as suas lágrimas.

A sua dor torna-a imóvel; não dá nenhum sinal de vida, e se transformou em rochedo. Um turbilhão arrebata-a para a Líbia e depõe-na sobre o cimo de uma montanha, onde eia continua a derramar lágrimas que correm de um bloco de mármore.

Segundo alguns autores, Cloris, a mais nova das filhas de Níobe, escapou à vingança de Latona e mais tarde casou com Neleu, pai de Nestor.



O primeiro nome dessa órfã era Melibéia; foi-lhe dado o de Cloris, que quer dizer pálida, porque não tendo nunca voltado a si do terror que lhe causara a morte dos irmãos e das irmãs, conservou toda a vida uma palidez extrema.

Esta fábula tornou-se célebre nos tempos modernos, sobretudo pelo grupo de Níobe e seus filhos, hoje exposto em Florença, e que foi descoberto em Roma, em 1593.

Essa obra é atribuída a Praxíteles ou a Escopas. Existem ainda três grupos notáveis de Níobe, na vila Borghese, no Vaticano e na vila Albni.

 

Compartilhe



Outros Assuntos: