Penélope – Quem Foi na Mitologia Grega? História e Resumo


Penélope, filha de Icário, irmão de Tíndaro, rei de Esparta, foi, por sua beleza, pedida em casamento por muitos príncipes da Grécia.

penelope



Penélope – Quem foi na Mitologia Grega?

Seu pai, para evitar as querelas que poderiam surgir entre os pretendentes, obrigou-os a disputar a posse de Penélope nos jogos que, para esse fim, fez celebrar.

Para saber mais histórias quem formam a mitologia grega clique aqui!

História e Resumo

Ulisses foi o vencedor, e a mão da princesa lhe foi concedida. Durante os vinte anos de ausência de Ulisses, no decurso e depois da guerra de Troia, Penélope guardou-lhe uma fidelidade à prova de todas as solicitações.

A sua beleza atraiu a Ítaca uma centena de pretendentes, e ela soube sempre frustrar-lhes as perseguições e desorientá-los com variados dolos.

O primeiro artifício foi prender ao tear um grande véu, declarando aos apaixonados que não podia contrair novas núpcias antes de terminar aquele manto, destinado a envolver o corpo do seu sogro Laertes quando este morresse.

Assim, durante três anos ela alegou esse engenhoso pretexto, sem que jamais a tela terminasse, pois que à noite desfazia o que tecera durante o dia.



Daí vem a frase “a trama de Penélope”, aplicada às obras em que sem cessar se trabalha sem nunca terminá-las.

Quando foram dizer a Penélope que o seu esposo regressara, ela não quis acreditar, temendo que a quisessem surpreender com aparências enganadoras; depois, porém, que se assegurou por provas inequívocas de que se tratava mesmo de Ulisses, entregou-se aos mais ardentes transportes de alegria e de amor.

Depois da morte de Ulisses, ela casou com Telégono, segundo uns, mas, segundo outros, retirou-se a Esparta, e terminou os seus dias em Mantinéia.

Citam-na como um modelo de fidelidade conjugal. Alguns mitólogos confundiram erroneamente a rainha de Itaca com a ninfa Penélope, mãe do deus Pá.

Imagens- ovelhamag.com

Compartilhe



Outros Assuntos: