Poseidon (Netuno) – Deus do Mar da Mitologia Grega

Com relação aos deuses gregos de maior destaque, o nome de Poseidon é um dos mais lembrados, sendo conhecido como o deus dos oceanos, dos mares, dos terremotos, das tempestades e dos cavalos.

Poseidon era um dos deuses mais venerados na Grécia e na Itália, onde possuía grande número de templos, sobretudo nas vizinhanças do mar. Por ser o deus dos mares e oceanos, Poseidon era tido na Grécia Antiga como o protetor das águas e dos marinheiros. Além disso, a figura desse deus estava vinculada à fertilidade. De acordo com as lendas gregas, esse deus era portador de um temperamento violento e oscilante, sendo considerado vingativo, explosivo e dono de um humor difícil.

Os povos antigos acreditavam que as tormentas, tempestades e maremotos eram ocasionados pela ação ou mau temperamento de Poseidon. Por esse motivo, esse deus que habitava as profundezas dos mares era bastante temido. Na mitologia dos romanos, Poseidon recebe o nome de deus Netuno.



A história de Poseidon

Poseidon (ou Netuno) filho de Saturno e de Réia, era irmão de Zeus e de Plutão. Logo que nasceu, Réia o escondeu em um aprisco da Arcádia, e fez Saturno acreditar ter ela dado à luz a um potro que lhe deu para devorar. Na partilha que os três irmãos fizeram do Universo ele teve por quinhão o mar, as ilhas, e todas as ribeiras.



Quando Zeus, seu irmão, a quem sempre serviu com toda a fidelidade, venceu os Titãs, seus terríveis competidores, Poseidon encarcerou-os no Inferno, impedindo-os de tentar novas empresas. Ele os mantém por trás do recinto inexpugnável formado por suas ondas e rochedos.

O Rei dos Mares

Poseidon governa o seu império com uma calma imperturbável. Do fundo do mar em que está sua tranquila morada, sabe tudo quanto se passa na superfície das ondas. Se por acaso os ventos impetuosos espalham inconsideradamente as vagas sobre as praias, causando injustos naufrágios.

Poseidon aparece, e com a sua nobre serenidade faz reentrar as águas no seu leito, abre canais através dos baixios, levanta com o tridente os navios presos nos rochedos ou encalhados nos bancos de areia, – em uma palavra, restabelece toda a desordem das tempestades.

Poseidon-deus-do-mar



Pais, Irmãos e Filhos de Poseidon

Esse deus grego é filho de Cronos e Reia, sendo irmão de Zeus, Hades, Deméter, Hera e Héstia. De acordo com as lendas mitológicas da Grécia Antiga, depois de derrotar os titãs, assim como seus irmãos Zeus e Hades, Poseidon foi autorizado a dividir o mundo para governá-lo. Nessa divisão entre os deuses, Zeus escolheu os céus, Hades optou pelo submundo e Poseidon passou a ser senhor de todas as águas.

Poseidon nutria uma grande paixão por sua irmã Deméter que, para fugir dele, transformou-se em uma égua. Para se aproximar da deusa, Poseidon adquiriu a forma de um cavalo e perseguiu Deméter até possuí-la. Desse episódio, foram gerados dois filhos: Árion e Despina.

Apesar de seu sentimento por Deméter, Poseidon foi amante de diversas mulheres. Depois de casar-se com Anfitrite (uma sereia), o deus dos mares teve um filho com nome de Tritão (que era metade homem e metade peixe).

Poseidon também teve um caso com Medusa, sendo que essa união deu origem a um filho chamado Pégasos (que era um cavalo voador).

Como Esse Deus Era Representado?

A figura de Poseidon era representada como um homem bem forte, com barba e que estava sempre segurando um tridente (forquilha com três dentes). Com essa forquilha, esse deus comandava os mares e provocava as tempestades marinhas. Esse tridente também era usado para fazer brotar água no solo.

Poseidon é geralmente representado nu, com uma longa barba, e o tridente na mão, ora sentado, ora em pé sobre as ondas; muitas vezes, em um carro tirado por dois ou quatro cavalos, comuns ou marinhos, cuja parte inferior do corpo termina em cauda de peixe.

Costuma ser representado tendo o seu tridente na mão esquerda, um delfim na direita e pousando um pé sobre a proa de um navio. Pela sua atitude, o seu ar calmo e os atributos que o acompanham, exprime visivelmente o seu poder soberano sobre as águas, os navegantes e os habitantes dos mares.

Relacionamentos de Poseidon

Teve como mulher Anfitrite, filha de Dons e de Nereu. Essa ninfa recusara antes desposar Poseidon, e se escondeu para esquivar-se às suas perseguições. Mas um delfim, encarregado dos interesses de Poseidon, encontrou-a ao pé do monte Atlas, e persuadiu-a que devia aceitar o pedido do deus; como recompensa foi colocada entre os astros.

De Poseidon ela teve um filho chamado Tritáo, e muitas ninfas marinhas; diz-se também que foi a mãe dos Ciclopes.

O ruído do mar, a sua profundidade misteriosa, o seu poder, a severidade de Poseidon que abala o mundo, quando com o tridente ergue os enormes rochedos, inspiram à humanidade um sentimento mais de receio do que de simpatia e de amor.

O deus parecia dar por isso, todas as vezes que se apaixonava de uma divindade ou de um simples mortal. Recorria então à metamorfose; mas mesmo assim, na maior parte das vezes, conservava o seu caráter de força e de impetuosidade.

11 Curiosidades Sobre Poseidon

1 – Ainda que na mitologia grega Poseidon seja considerado o deus dos mares, não foi ele quem criou o mar e a vida marinha. Para os antigos gregos, essa criação deve-se aos deuses primordiais Pontos e Tálassa.

2 – Durante uma briga com Atena pela região da Ática, o deus dos mares criou uma fonte que jorrava água salgada no local. Já Atena (deusa da sabedoria) fez nascer uma oliveira. Os jurados decidiram que a oliveira seria mais útil aos habitantes, conferindo a vitória para Atena. Exatamente por esse motivo, esse local ganhou o nome de Atenas.

3 – Ao orar por viagens seguras e com águas tranquilas, os navegantes costumavam afogar os cavalos em sacrifício ao deus Poseidon.

4 – Pelo fato de ser o irmão mais velho e ter uma função menos importante, Poseidon nutria muita inveja e ciúme de Zeus. No entanto, mesmo assim ele obteve o privilégio de exercer domínio sobre os oceanos.

5 – Grande parte dos filhos gerados por Poseidon estavam ligados à maldade ou eram monstros. Entre esses filhos, estão: Oto, Polifemo, os ciclopes, Efialtes e os gigantes.

6 – Poseidon criou o cavalo com as espumas do mar e deu como presente aos homens. Depois desse episódio, o animal permaneceu ligado à história desse deus.

7 – É atribuída a Poseidon a construção das resistentes muralhas pertencentes à cidade de Troia. Pelo fato de o rei não ter honrado o tributo que lhe era devido, o deus dos mares enviou um monstro marinho para aterrorizar a cidade de Troia. Isso foi de grande auxílio para os gregos durante a guerra.

8 – Poseidon e a deusa Deméter tiveram um filho chamado Árion, que era um cavalo falante que participava de competições musicais.

9 – Quando Medusa ainda era uma bela donzela, Poseidon a seduziu e com ela teve relações sexuais no interior do templo de Atena. Tal ato desrespeitoso fez com que Atena transformasse Medusa em um monstro terrível.

10 – Além de ser considerado o deus dos mares e oceanos, Poseidon era respeitado como deus dos terremotos.

Categoria: Deuses Gregos



Outros Assuntos: