12 Mitos Gregos da Mitologia: Principais Lendas e histórias Mitológicas

Os mitos gregos são narrativas abordadas em forma de lendas e histórias contendo seres divinos, grandes batalhas e romances. Tais mitos são até hoje explicados em virtude principalmente de sua importância histórica, filosófica e cultural para todas as sociedades. Vamos ver na sequência quais são os mais importantes e famosos mitos gregos da mitologia.

Um grupo de histórias sobre os seres divinos, lendas e costumes dos gregos antiquados. Que os mitos continham um componente impressionante da ficção foi percebido pelos gregos mais básicos, por exemplo, o sábio Platão.

Em regra, no entanto, na devoção proeminente dos gregos, os mitos eram vistos como registros óbvios.



O termo mitologia grega alude ao acúmulo de histórias que têm um lugar com os gregos antiquados em relação ao seu panteão de seres divinos e, além disso, aos seus santos, que apresentam suas próprias práticas cultuais e personalizadas e a perspectiva do mundo.



mitos-gregos

12 Mitos Gregos Mais Conhecidos

1 – O Mito da Hospitalidade

Essa é uma das histórias mais bonitas e inspiradoras dos mitos gregos. A narrativa se inicia quando Zeus decide testar a hospitalidade dos mortais como a ajuda de seu filho Hermes. Para isso, ambos visitam a Terra disfarçados de viajantes bem humildes e pobres.

Depois de percorrerem mil casas, das quais muitas eram grandes e elegantes, Zeus e Hermes (disfarçados de mortais), foram desprezados em todas elas. Depois dessas malsucedidas tentativas, foi na simples e pobre casa do casal de idosos Baucis e Filemon que Zeus e Hermes encontraram acolhedora hospitalidade.

Depois de receberem diversos cuidados do generoso casal, Zeus revelou sua identidade e mencionou que aquela vizinhança pagaria um alto preço por tanto egoísmo, sendo inundada por uma grande enchente que levaria tudo.

O casal Baucis e Filemon foi poupado e a humilde residência foi transformada em um suntuoso templo. Atendendo ao pedido do casal, Zeus concedeu a eles uma vida muito longa e lhes permitiu que morressem juntos.



2 – Teseu e Minotauro

A lenda de Teseu e Minotauro menciona que Atenas possuía uma dívida com Minos, rei de Creta. Por conta disso, a cidade enviava jovens ao labirinto do Minotauro para alimentar a criatura.

Egeu, o rei de Atenas, tinha um filho chamado Teseu, que pediu para se unir aos jovens que seriam encaminhados ao labirinto. O objetivo de Teseu era matar o monstro e dar fim ao sacrifício dos atenienses.

Estando em Creta, Teseu uniu-se a Ariadne, filha de Minos, que o ensinou como conseguir sair do labirinto. Teseu matou o Minotauro e obteve grande prestígio. Ao retornar para Atenas, tornou-se rei.

Leia esse mito completo aqui nesse artigo (clique aqui).

3 – Deuses Primordiais

Esse mito grego fala a respeito do início do universo, momento que deu origem aos Deuses Primordiais da mitologia dos gregos. Esses Deuses Primordiais consistem nas primeiras entidades mitológicas. Os Deuses Primordiais são: Caos, Gaia, Tártaro, Urano, Érebo, Nix, Hemera, Éter, Pontos e Tálassa.

4 – A Guerra de Troia

Esse famoso mito grego deu origem a inúmeros filmes e livros. De acordo com as antigas lendas gregas, essa guerra começou quando Éris jogou uma maçã de ouro no meio dos convidados do casamento de Peleu e Tétis. Nessa maçã estava escrita a seguinte frase: “Para a mais bela deusa.”

Nesse momento, começou uma grande competição entre Afrodite, Atena e Hera. O príncipe de Troia, chamado Páris era quem deveria decidir qual das deusas receberia o prêmio e seria considerada a mais bela.

Páris recebeu diversas promessas das deusas. Entretanto, ele escolheu Afrodite logo depois de ela lhe ofertar a mulher mais bonita do mundo. Essa mulher era Helena, esposa do rei de Esparta, chamado Menelau.

O marido enraivecido reuniu suas tropas e seguiu para Troia em busca de sua amada. Foi nesse momento que teve início a famosa e sangrenta Guerra de Troia, que durou dez anos. Ao final, Helena retornou para Esparta.

5 – A Odisseia

Depois que os gregos venceram os troianos na longa Guerra de Troia, eles voltaram para seus lares. O mito da Odisseia aborda exatamente esse retorno. A história traz como personagem principal Ulisses, que tem o grande desejo de reencontrar e proteger sua amada Penélope, residente na cidade de Ítaca e que estava sendo ameaçada por seus pretendentes.

6 – Midas Toque de Ouro

Midas era um rei extremamente rico e vivia com sua filha em um castelo repleto de abundância. Depois de prestar um favor a Dionísio, este ofereceu a Midas uma recompensa de acordo com seu desejo.

A paixão pela própria riqueza e ganância de Midas fez que ele pedisse a Dionísio que tudo em que ele (Midas) tocasse se transformasse em ouro. O pedido foi concedido.

Depois de testar seu novo poder e se alegrar ao ver pedras, ramos, areia e frutos transformados em ouro, a felicidade de Midas estava com os dias contados. Quando o rei pediu seu jantar, todos os alimentos e bebidas viraram ouro, impedindo que ele conseguisse se alimentar.

Até a filha de Midas, ao tocar o pai, foi transformada em ouro. Isso fez que Midas implorasse a Dionísio para se livrar daquele poder. Benevolente, Dionísio concedeu esse novo pedido e disse que a água corrente era o único elemento que poderia desfazer o poder do toque de ouro.

Midas foi aconselhado a mergulhar em um rio e também mergulhar sua filha e todos os objetos que haviam sido transformados por ele em ouro. A filha de Midas voltou à vida e o rei perdeu o poder de transformar tudo em ouro.

A mitologia grega menciona que, após perder o poder do toque de ouro, Midas abriu mão de sua riqueza e se tornou um fiel seguidor do deus dos bosques.

7 – Guerra dos Titãs

A famosa Guerra dos Titãs, também chamada de Titanomaquia, é outra das narrativas mitológicas mais famosas. Essa história traz a luta entre deuses e titãs para dominar o mundo.

8 – A Caixa de Pandora

A história da Caixa de Pandora menciona que Zeus deu ordens aos titãs Prometeu e Epimeteu para que eles iniciassem a criação de todos os habitantes da Terra.

Para isso, além de uma forte determinação, Zeus deu a esses titãs uma caixa que continha todos as qualidades, males e sentimentos com o objetivo de que eles fossem divididos aos seres na forma de pontos fortes e fracos.

9 – Os doze Trabalhos de Hércules

Nessa narrativa, Hércules, que é o filho bastardo de Zeus, é perseguido pela ciumenta deusa Hera. Hércules tirou a vida da esposa e dos filhos depois de um surto da deusa. Com o objetivo de se redimir, ele foi incumbido de fazer doze feitos para Eristeu.

10 – O Rapto de Europa

Nesse mito grego, Zeus se transforma em um touro branco para seduzir Europa, que é neta de Poseidon. Não resistindo à sedução do animal, Europa o montou, sendo levada pelo touro à Ilha de Creta, entregando-se a Zeus.

Nesse local, nasceram Minos e Radamanto, que posteriormente foram reis.

11 – Narciso e o Espelho

Na mitologia grega, Narciso era um jovem de indizível beleza, sendo filho de Cefiso (deus do rio) e Liriope (uma ninfa). Tamanha beleza despertava grande interesse e a paixão de mulheres e homens.

No entanto, Narciso era bastante arrogante e sempre estava sozinho, desprezando todos os pretendentes que apareciam (mulheres e homens), pois pensava que ninguém seria digno do seu amor.

Por provocar a ira de várias donzelas desprezadas por Narciso, elas pediram aos deuses que dessem uma lição no belo jovem.

Inconformadas com a arrogância e desprezo de Narciso, as ninfas jogaram uma maldição sobre ele, na qual ele iria amar com muita intensidade uma pessoa que jamais poderia ter para si.

Quando Narciso se inclinou numa límpida e cristalina fonte para beber água, ele viu seu próprio reflexo na água e ficou totalmente encantado. Naquele momento, Narciso, sem saber, se apaixonou por sua própria imagem refletida na água. Sem conseguir alcançar a figura amada, ele se deitou no leito do rio e nesse local definhou enquanto admirava sua própria imagem refletida na água.

12 – O Rapto de Perséfone

Esse mito grego também é chamado de Mito das Estações. Nessa história, Hades, que é o deus do submundo, se apaixona por Perséfone, filha de Zeus e Deméter (deusa da agricultura), sendo considerada a rainha da primavera.

Hades tinha por objetivo transformar Perséfone em sua rainha. Por esse motivo, esse deus a levou de forma forçada para os domínios do submundo.

Deméter, bastante deprimida pelo desaparecimento da filha, fez que toda a terra ficasse infértil. Isso fez que os homens começassem a morrer de fome.

Diante dessa situação, foi feito um acordo entre Zeus, Deméter e Hades, no qual Perséfone passaria metade do ano com o marido Hades e a outra metade com sua mãe, Deméter.

Dessa maneira, nos seis meses que ocorrem a primavera e o verão, Deméter distribui sua fartura, fertilidade e generosidade por ter sua filha Perséfone ao seu lado. Já na outra metade do ano, os meses de outono e inverno, a tristeza dessa deusa devido a distância de Perséfone, faz que nada floresça.

Mitos Gregos: seres divinos, grandes batalhas e muitos romances

Os gregos tinham vários seres divinos e numerosas histórias e mitos que os englobavam. Os mitos gregos compreende o número considerável de histórias e histórias sobre os seres divinos gregos, deusas e lendas. É, além disso, a religião da Grécia antiga como os gregos fabricavam santuários e ofereciam penitências aos seus seres divinos significativos.

Os seguintes são uma parte dos significantes seres divinos gregos. Toque no deus ou na deusa para tomar mais sobre seus mitos gregos e histórias individuais.

A mitologia grega praticou um impacto amplo e significativo no caminho da vida, das expressões e da escrita do avanço humano ocidental. Sem dúvida, os tópicos lendários gregos permaneceram incessantemente aplicáveis ​​em toda a história abstrata ocidental.

A realização do verso épico era fazer ciclos de histórias e, consequentemente, construir um sentimento de sequência lendária. No momento em que, desta forma, contextualizado, o folclore grego se desdobra como um retrato da ascensão dos seres divinos, do mundo e da humanidade. Embora as inconsistências auto-lógicas nas histórias tornem um curso aberto de eventos impensáveis.

Os 12 Deuses do Olimpo

    1. Afrodite – deusa do amor, símbolo da beleza
    2. Apolo – deus da luz, da medicina, das artes e da música
    3. Ares – deus da guerra, filho de Zeus
    4. Ártemis – deusa da lua
    5. Atena – deusa da sabedoria, corajosa guerreira
    6. Deméter – deus da terra fértil
    7. Dionísio – deus da festa, do vinho e do prazer
    8. Hermes – deus do vento
    9. Hefesto – deus do fogo e dos ferreiros
    10. Hera – deusa da maternidade e do casamento
    11. Poseidon – deus dos mares, irmão de Zeus
    12. Zeus – deus dos deuses

Leia alguns Mitos Gregos e Lendas Mitológicas

Lista completa aqui.



Outros Assuntos: